• Marcas que marcam

    A paixão pelas marcas é explicada conforme teoria do comportamento do consumidor e a necessidade que os seres humanos possuem de apoios psicológicos que concedam subsídios / “forças extras” para enfrentar as agruras da vida cotidiana. Outra teoria é a necessidade de seguir modelos através da escolha de heróis ou referências como status e aceitação social e são formas de relacionamentos que os indivíduos manifestam com as marcas e com os elementos semióticos, até mesmo como demonstração para outros.

    De acordo com Slater (2002) a sociedade contemporânea é materialista, hedonista e narcisista, com preponderância do “ter” em relação ao “ser”.  A cultura do consumo molda as ações dos consumidores e as marcas apresentam identidade tão relevante à vida dos indivíduos que eles passam a fazer parte delas (das marcas). Desta forma, em muitos casos a relação do homem com a(s) marca(s) transforma-se em ritos (Douglas e Isherwood, 1979) que são repletos de significados simbólicos.

    Em alguns momentos essa relação pode ser entendida como extrapolação de algum limite consciente como evidenciado nas imagens abaixo (tatuagens de marcas).

    Qual sua opinião?

    Imagens daqui: http://mattus.web-log.nl/vibe_visual_brand_experie/2009/07/index.html

    Related Posts with Thumbnails
    facebook twitter Google Buzz MySpace delicious

    Espalhe por ai:

    Comentários


    1. Tiago Dadazio

      QUE EXAGERO DO PESSOAL 😀

    2. Não concordo com o Dadazio! Tá certo que eu não sei o que se passava na cabeça de cada uma dessas pessoas, mas eu vejo pelo meu lado…

      … Quero fazer em mim o nome de algo que eu amo muito mesmo, mas não pois existem pessoas que tem ou é algo da moda e eu quero ser aceita, mas sim pelo fato de achar que a tatuagem em sí é uma das muitas artes de corpo e que cada uma delas tem um significado e um sentimento envolvido (por favor, deixem de lado as menininhas ricas de 15 anos que fazem borboletinha no ombro para ficar legal e depois tiram com lazer porque enjoaram). No caso da minha, seria de amor e também uma maneira de marcar anos incríveis da minha vida. No caso deles, acredito que seja uma mistura de amor com respeito e admiração…. ! (ou loucura rs)

      Beijos, Prof!

    3. […] sensíveis a aspectos da tecnologia; quebra da confiança, e etc.). Para Ries & Trout, as marcas ocupam posições únicas na mente dos clientes e, cada uma delas, associada a um adjetivo, que a […]

    Deixe seu comentário

    Os comentários podem ser moderados. Não são aceitas mensagens com conteúdo preconceituoso, discriminatório, ofensivo e com linguagem grosseira ou obscena. Também não são aceitas mensagens que caracterizem spam ou que estejam fora do contexto do blog.

    O blog não se responsabiliza pelos comentários efetuados por terceiros e se reserva o direito de, a qualquer tempo, retirar qualquer mensagem publicada.

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>