• Associação de Gays e Lésbicas contra o comercial da Nova Schin

    O comercial Festa de São João, da Nova Schin está rendendo muitos comentários na internet. O debate iniciou após a solicitação da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, da retirada do anúncio pelo Conar sob o motivo de possível discriminação homofóbica. Segundo Toni Reis –  presidente da Associação -,  “O comercial contribui para referendar e banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida”. (Fonte: G1).

    Assunto delicado, deve ser tratado com muito cuidado e respeito, assim como as opiniões sensatas sobre o tema, afinal, a homofobia constitui-se em crime e comportamento que deve ser sempre combatido por toda a sociedade. Entretanto, a publicidade em questão utiliza do arcabouço do arquétipo para, humoristicamente falando, contextualizar uma brincadeira entre amigos. Entendo que tal deliberação humorística fica claramente evidenciada e, assim sendo, não apresenta conteúdo vexatório, mas sim, do anedotário popular.

    Assista o vídeo e tire suas conclusões.

    Related Posts with Thumbnails
    facebook twitter Google Buzz MySpace delicious

    Espalhe por ai:

    Comentários


    1. Acho simplesmente que a produção do comercial foi muito inocênte.

    2. aaahhh… é sempre a msm piada de propaganda de cerveja…

      se nao tira chacota de homossexuais, são mulheres esculturais sedentas por sexo.
      ou o tema é futebol (mesclado com mulheres ninfomaníacas ou chacota de homossexuais).

      eu acho q deveria simplesmente proibir esse tipo de conteúdo, só assim publicitário vira ser humano… me desculpem os publicitários decentes, sei q vcs existem por aí, em algum canto, tímidos e oprimidos pelas propagandas sexistas.

      a propósito, essa cerveja é uma porcaria.

    3. Ser começarmos a proibir tudo que tem conteúdo vexatório nesse país não vai sobrar “porra nenhuma”. Ops! O brasil é assim, somos todos motivos de piadas de uma forma ou de outra. Se a liberdade não lhe agrada, haverá sempre a ditadura para agradar aqueles não gostam de se sentirem livres. Quem precisa de liberdade? Antigamente os gays eram respeitados por serem pessoas de bom gosto cultural e intelectual, hoje parecem um bando de desocupados procurando bobagens para chamar atenção. Antigamente até os gays eram melhores. O futuro vai ser uma merda.

    4. Acho que o comercial não tem nada de mais.

      Ninguém gostaria de ficar com uma pessoa na noite para depois descobrir que ela é outra.
      Principalmente se for uma pessoa completamente oposta a sexualidade da “vitima”…

      Um homem hetero ficar com um travesti numa festa é o exemplo perfeito disso. Além de que o personagem no comercial fez a coisa certa: Levou na brincadeira. Onde tanta gente levaria a coisa até as ráias da violencia.

      Acho frescura da ABGLT
      (mas que sigla desgraçada, heim?)

      Se é pra virar crime, então porque o travesti não vai preso por falsidade ideologica?

    5. uma interpretação de uma marchinha de carnaval não pode ser motivo de protesto. nada mais é que uma brincadeira. Acho que as pessoas que se dizem discriminadas deveriam procurar algo mais nobre pra protestar, uma vez que tem muita coisa errada em nosso país e que atinge todo mundo, hétero, lésbica, gay, afrodescendente, caucasiano, asiático, índio, todos brasileiros.
      Se fosse o caso, eu deveria protestar quando tem algo fazendo piada com narigudos ou porque fui inúmeras vezes chamado de branquelo, por exemplo.
      Levem a vida mais de boa!!!

    6. Ué ? O comercial contou Alguma Mentira ? Vocês se vestem de Mulher por que querem..Veer isso na Mídia deixam vocês envergonhados Né ? Pois é..Vocês que quiseram Assim U.U”

    7. Tem gente querendo aparecer isso sim!!!
      Quando nao sao os direitos humanos defedendo vagabundo é o ministério publico encontrando racismo em tudo que passa na tv, e pra completar essa associação querendo espaço, nada contra os gays claro,os prprios gays tiram sarro deles mesmos,, enquanto o país se acaba no CRACK essas instituicoes estao preocupadas com besteira.
      O BRASIL É O PAÍS DO FUTURO!!!!!!!

    8. nada de mais no comercial….

    9. O preconceito esta na cabeça de cada um, cambada de desocupado vão arrumar oque fazer

    10. vejo que no mundo de hj, o humor está sendo tolido pelas pessoas que se dizem discriminadas.
      nao se pode mais fazer brincadeira.
      eu tenho amigos gays e nós ficamos fazendo brincadeiras uns com os outros, e vejam só eu nao fui preso pro homofobia.

      mando aqui o meu recado, vamos deixar de procurar sarna pra se coçar, procurar problema onde não tem.
      a nossa mídia está alienando o povo, nosso professores nao são tratados como deveriam, nossos políticos são supervalorizados pelo trabalho sujo que fazem, nosso indios estão ficando sem moradia…
      nao fiquemos perdendo tempo debatendo se o comercial de tv da cerveja foi homofóbico ou não foi.

      fui.

    11. eu acho que esse pessoal dessa associação tem mesmo é muito tempo livre, e vontade de aparecer!!!

    12. aaaa tudo o que se fala eh preconceito.
      Se a musica do Tim Maia- Vale tudo, fosse feita hoje, tds diriam que eh um puta preconceito qnd ele diz: “so nao vale ficar homem com homem e nem mulher com mulher”
      Vao arrumar o que fazer da vida… carai

    13. Donzelice total dessa AGBLTABCDEFGH! O comercial foi até muito bem bolado, fugindo do clássico “mulher fácil”. Aliás, o final dele foi muito respeitoso, pois, mesmo o cara percebendo que tinha dado em cima de um travesti, levou na esportiva a confusão e convidou-o pra beber junto de seus amigos. Enfim, concordo com a busca por direitos da classe, mas tem alguns gays/lésbicas que tão com uma frescura desgraçada!

    14. Parabéns amigo, seu blog é muito bom… Continue assim e terá muito sucesso.

    15. Blá, Blá, blá….

    16. […] envolvendo a marca da cerveja em um comercial que supostamente discriminava homossexuais – veja aqui  -, novamente a empresa está no centro das atenções das discussões sobre comunicação por […]

    Deixe seu comentário

    Os comentários podem ser moderados. Não são aceitas mensagens com conteúdo preconceituoso, discriminatório, ofensivo e com linguagem grosseira ou obscena. Também não são aceitas mensagens que caracterizem spam ou que estejam fora do contexto do blog.

    O blog não se responsabiliza pelos comentários efetuados por terceiros e se reserva o direito de, a qualquer tempo, retirar qualquer mensagem publicada.

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>