• Crowdfunding

    Já ouviu falar de Crowdfunding? A ideia carregada por trás desta palavra é bem interessante, afinal, Crowdfunding, ou crowdsource funding, são todas as ações de financiamento ($) colaborativo / coletivo. Em resumo, trata-se de investimentos coletivos (doações) em ideias de terceiros. Funciona mais ou menos assim: 1º. Você tem uma ideia de negócio, projeto de cunho social, esportivo, ambiental, site, blog ou qualquer outra coisa. 2º. Divulga essa ideia (normalmente na internet) solicitando grana para viabilização da mesma. 3º. Várias pessoas colaboram – a doação é prevista no Código Civil, nos artigos 538 a 564, devendo ser declarado para o Imposto de Renda a partir de R$ 1.000,00 –  com pequenas quantias em dinheiro, em ambiente de pagamento seguro, até você atingir seu objetivo. 4º. O autor da ideia recompensa essas pessoas de alguma forma, posteriormente.  Legal, não?

    Mas, na prática, isso existe de verdade? Sim, claro. O maior exemplo de projeto que sobrevive exclusivamente de Crowdfunding é o Wikipedia. Outro exemplo bem conhecido, porém baseado na mídia televisiva é o Criança Esperança. Os projetos colaborativos não são tão raros assim, atualmente já existem vários sites que agregam ideias na tentativa de gerar financiamento coletivo. Muitos permitem a colaboração coletiva de valores pequenos, como R$ 10,00. Alguns merecem destaque, tais como:

    Dos citados acima, o Mobilize possui uma característica peculiar, pois está totalmente baseado dentro do Facebook a partir de aplicativo, o que permite que qualquer fan page seja transformada em uma campanha de crowdfunding.

    Bem, evidente que, aos interessados em divulgar seus projetos, não basta cadastrar  seu projeto em algum agregador e aguardar “milagrosamente” o dinheiro oriundo dos finaciamentos colaborativos entrar em sua conta. Coloque-se do outro lado, afinal, você financiaria ou doaria uma quantia, pequena que seja, em ideias sem pé nem cabeça ou que geram desconfiança? É importante que sua ideia esteja muito bem escrita, se possível em um site ou blog, com um layout no mínimo organizado ou organizada em uma apresentação. Também há que se gerar mecanismos para recompensas aos investidores, com critérios claros sobre a política de ganho que os participantes terão ao colaborar com sua ideia. Outro fator é a divulgação transparente de seus dados, currículo e forma para as pessoas entrarem em contato com o projeto.

    Abaixo seguem alguns vídeos sobre o assunto:

    Via Programa Olhar Digital

    Via Recheio Agência de Conteúdo

    Mais informações podem ser obtidas no blog Crosdfunding Brasil e no iG Startups.

    Related Posts with Thumbnails
    facebook twitter Google Buzz MySpace delicious

    Espalhe por ai:

    Comentários


    Não existe nenhum comentário, então seja o primeiro!

    Deixe seu comentário

    Os comentários podem ser moderados. Não são aceitas mensagens com conteúdo preconceituoso, discriminatório, ofensivo e com linguagem grosseira ou obscena. Também não são aceitas mensagens que caracterizem spam ou que estejam fora do contexto do blog.

    O blog não se responsabiliza pelos comentários efetuados por terceiros e se reserva o direito de, a qualquer tempo, retirar qualquer mensagem publicada.

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>