• Como elaborar meu currículo?

    Uma dúvida muito comum aos jovens que procuram o primeiro emprego é sobre a elaboração do currículo.  Colocar ou não colocar foto? Quantas páginas o currículo deve ter? Devo ou não colocar todos os cursos que realizei em minha vida? Fiz algum tipo de trabalho voluntário, devo mencionar? Colocar ou não a pretensão salarial? Tenho que colocar o número do meu RG? Posso colocar letras enfeitadas?

    Como você pode perceber, apesar de ser um assunto relativamente simples, existem alguns itens que causam dificuldades para muitos. Se isso também acontece com você, não se apavore, afinal, é normal isso acontecer principalmente entre as pessoas mais jovens e tal insegurança não é nenhum demérito.

    Bem, chega de blá blá blá e vamos às dicas:

    1. Não há necessidade de colocar número de documento no currículo. Nos dados pessoais informe nome completo, endereço, contatos (inclusive Linkedin), estado civil e data de nascimento.
    2. Nos objetivos, coloque a área de atuação pretendida de maneira clara. Não precisa citar a nomenclatura de cargo, a não ser que você encaminhe o currículo para uma vaga em específico.
    3. Seguindo esta ordem, a próxima etapa de preenchimento de um currículo é a Formação Escolar. Comece pela formação mais recente, indicando o nome do curso, a instituição e data de conclusão. Preencha as demais formações em ordem decrescente (de tempo). Cursos que tenha feito a muito tempo e desatualizados não precisam ser informados.
    4. O próximo item a ser preenchido é um breve resumo de suas habilidades e competências. Cite pelo menos 5 itens nos quais você é competente e possui diferenciais.
    5. Na sequência, informe as atividades profissionais (empregos e cargos). Coloque o cargo, breve descrição da sua atividade e o nome do empregador (empresa).
    6. A última etapa do preenchimento de um currículo consiste em colocar outras atividades que tenha realizado e que sejam relevantes, tais como intercâmbio, curso de aperfeiçoamento, premiações em concursos, projetos de iniciação científica, trabalhos voluntários, dentre outros.

    Viu só, não é nenhum bicho de sete cabeças.  Ah, e respondendo às perguntas iniciais: evite letras enfeitadas; não há necessidade de informar a pretensão salarial (a não ser que seja formalmente solicitado pelo empregador) e; o currículo deve conter duas folhas, no máximo.

    Boa sorte e, caso ainda tenha alguma dúvida, comente aqui para nós.

    Related Posts with Thumbnails
    facebook twitter Google Buzz MySpace delicious

    Espalhe por ai:

    Comentários


    Não existe nenhum comentário, então seja o primeiro!

    Deixe seu comentário

    Os comentários podem ser moderados. Não são aceitas mensagens com conteúdo preconceituoso, discriminatório, ofensivo e com linguagem grosseira ou obscena. Também não são aceitas mensagens que caracterizem spam ou que estejam fora do contexto do blog.

    O blog não se responsabiliza pelos comentários efetuados por terceiros e se reserva o direito de, a qualquer tempo, retirar qualquer mensagem publicada.

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>