• Gillette apresenta: Homenagem a Ayrton Senna

    A Gillette apresentou, há uma semana, um vídeo publicitário em homenagem ao grande Ayrton Senna. A peça, com clara estratégia emocional, utiliza como pano de fundo o fato do piloto ter melhor desempenho em pistas molhadas. Junto as belas imagens, um texto exuberante e a presença metafórica de vários jovens homônimos do sensacional Senna e com a participação de seu sobrinho Bruno Senna (impressiona também pela semelhança física com o tio) É um tipo de campanha que impressiona e resgata uma sensação que é um misto de emoção pela ausência, bem como o orgulho de ser brasileiro, devido às conquistas de um grande homem. Garantia de sucesso e de vários comentários acerca da falta que Ayrton faz para a Fórmula 1 e nossos domingos.

    Entretanto, faço valer minha auto permissão como blogueiro e publicitário para uma pequena observação, pois entendo que a empresa poderia ter evitado  a inclusão do produto no vídeo publicitário. Tal ação (homenagem com estratégia tipificada emotiva), é coerente sob a ótica publicitária como uma ação institucional e, como tal, bastaria a marca da companhia fechar como uma típica assinatura, ou seja, uma homenagem integral ao homenageado, com o tempo total do vídeo sendo destinado para isso.

    De qualquer forma, a campanha é sensacional e a iniciativa social junto às vendas do produto idem. Parabéns Gillette e, obrigado Ayrton!

    Espalhe por ai:
  • Como fazer uma publicidade de caminhão? A Volvo mostra como se faz

    Como comunicar com eficácia os conceitos de estabilidade e dirigibilidade de um caminhão? A Volvo e a agência contratada (Forsman & Bodenfors) para planejamento e execução da campanha publicitária mostram, em um vídeo de 1’17” e com a ajuda do garoto propaganda Van Damme, como se faz. Na cena, dois caminhões Volvo Dynamic Steering são pilotados e sincronizados em marcha a ré. Surpreendente! Lindo! E sem qualquer apelação ou excessos de firulas.

    É assim que se faz publicidade, confira no vídeo abaixo:

    Espalhe por ai:
  • Comitê Olímpico lança pictogramas para Rio 2016

    Lançado no dia 07 deste mês, o conjunto de pictogramas (a palavra pictograma vem do grego e do latim. Na sua origem, significa “palavra pintada”) oficiais criados para as Olimpíadas do Rio de Janeiro (2016) é o mais completo trabalho de comunicação gráfica já feita para uma olimpíada, na história dos jogos. Ao todo, são 64 desenhos, sendo 41 referentes as modalidades olímpicas e 23 paraolímpicas. A criação – de excelente bom gosto e que levou 16 meses para ser concluído – foi da empresa Dalton Maag com a supervisão do Comitê Olímpico Rio 2016.

    Pictogramas das modalidade olímpicas

     

    Pictogramas das modalidades Paralímpicas

    Espalhe por ai:
  • Publicidade do Honda CR-V 1.6 utiliza recurso da ilusão de ótica

    Sabe aquelas ilusões de ótica feitas a partir de pinturas no chão (o trabalho do artista Julian Beever é uma referência) e que geram o efeito desejado a partir da angulação da fotografia ou filmagem? Pois bem, é justamente essa técnica que foi usada na criação da publicidade europeia do novo Honda CR-V 1.6 Diesel, com várias tomadas em um jogo de perspectiva. Sensacional!

    Veja, abaixo:

    Espalhe por ai:
  • Pepsi se veste para o Halloween

    Criado pela agência belga Buzz in a Box, o anúncio para a Pepsi Cola referente ao halloween e veiculado ontem está gerando algumas polêmicas.  Com uma boa direção de arte – repare os detalhes perfeitos da criação – a peça brinca com o espírito cultural da festa de halloween, que é justamente o fato de colocar seus monstros para fora, trazendo os vivos de volta (origem Celta do Halloween). Nesse sentido, a ideia criativa veste uma embalagem de Pepsi-Cola com uma capa de um suposto “monstro”, como a origem explica, trazendo-o a vida.

    Entretanto, nem todos as pessoas expostas a tal veiculação podem ter o mesmo entendimento relatado acima e, a publicidade em questão pode gerar uma reação de neutralidade, bem como até mesmo reforçar a marca do concorrente e/ou atribuir outra conotação, tal como comparar o concorrente a uma super herói.

    Mas e você, qual sua opinião sobre a ação?

    Espalhe por ai: