• Escreva o futuro

    A maioria das pessoas desconhece os bastidores de uma criação publicitária para TV, desde o storyboard, produção e veiculação do filme.

    Confira abaixo os envolvidos diretamente na criação e produção do vídeo da campanha da Copa 2010 “Write the Future”, para a Nike. Na sequência, assista ao resultado do trabalho.

    Agency: Wieden + Kennedy, Amsterdam
    Client: Nike
    Creative Director: Mark Bernath
    Creative Director: Eric Quennoy
    Copywriter: Stuart Harkness
    Art Director: Stuart Harkness
    Copywriter: Freddie Powell
    Art Director: Freddie Powell
    Producer: Elissa Singstock
    Producer: Olivier Klonhammer
    Executive Creative Director: Jeff Kling
    Head of Broadcast: Erik Verheijen
    Production Company: Mokkumercials – Amsterdam
    Production Company: Independent Films – London
    Director: Alejandro Gonzalez Inarritu
    Director: Stuart Harkness
    Director: Pablo Casacuberto
    Executive Producer: Jani Guest
    Executive Producer: Richard Packer
    Line Producer: Arttu Sesselaar
    Line Producer: Elissa Singstock
    Line Producer: Olivier Klonhammer
    Director of Photography: Jeroen van der Poel
    Editorial Company: Work Post London
    Editor: Charlie Moreton
    Post Executive Producer: Jane Dilworth
    VFX Company: The Mill
    VFX 3D Artist: Neil Davies
    VFX 3D Artist: Tom Busel
    VFX 2D Artist: Neil Davies
    VFX 2D Artist: Tom Busel
    Telecine Artist: Seamus O’Kane
    VFX Executive Producer: Stephen Venning
    VFX Producer: Matt Williams
    VFX Producer: Allison Cain
    Sound Designer: Phaze UK
    Sound Designer: Grand Central Studios
    Mix Company: Grand Central Studios
    Mixer: Raja Seghal

    Fonte: http://www.nike.com/nikefootball/home/?locale=pt_BR

    Espalhe por ai:
  • Mascote animadinho

    Ao executar a comunicação visual, tome cuidado com os exageros e/ou associações semióticas indevidas. A contrução do signo deve contemplar todas as possibilidades de significados (desejáveis, positivos, negativos, …) projetados em perspectiva na mente do receptor. É muito comum a combinação de elementos gráficos que, erroneamente, proporcionam uma imprecisão ou dubialidade no entendimento, como o mascote bem animadinho, abaixo.

    mont-sat-antenas

    Leia também:

    :: Marcas, logomarcas e mascotes – uma pequena visão semiótica
    :: Arquétipo
    :: Cuidado para não misturar o mundo da internet com o mundo real
    :: Mídia exterior bem bolada
    :: Análise publicitária

    Espalhe por ai:
  • Embalagem mais forte que o produto

    Quem disse que produtos de utensílios domésticos(UD) não podem ter uma embalagem com características que unem design e indicação do uso? O exemplo abaixo serve como bom referencial de como é possível a utilização de elementos semióticos para associação do produto com o uso/aplicação. Observe a embalagem e perceba como nosso cérebro reconhece rapidamente a aplicação do produto com o signo contido em toda a embalagem que, neste caso, torna-se mais forte que o próprio produto.

    Imagens daqui.

    Espalhe por ai:
  • Menos é mais

    Durante a execução de atividades relacionadas com criação e produção de estratégias das áreas de designer gráfico, criação publicitária, webdesigner  e outros, lembre-se de uma coisa: menos é mais! Privilegie os espaços brancos e  respeite o ângulo de visão nas peças executada.

    Clique na imagem para melhor visualização

    Clique na imagem para melhor visualização

    Via Ads of the World

    Espalhe por ai:
  • Produção de capa de revista

    Muito interessante o vídeo produzido por Peter Belanger com o passo a passo para a produção de uma capa da edição americana da revista Macworld. O vídeo mostra o cuidado com a preparação e captura da imagem – foi utilizado máquina Phase One P65 + digital, X Sinar 4×5 câmera com lente de 65mm. Outro destaque interessante do vídeo é a diagramação da página com a ferramenta Photoshop para Mac.

    Vídeo via Cover creation from Peter Belanger on Vimeo e Curiosando

    Espalhe por ai: