• Pôneis malditos

    E a Nissan “aprontou” mais uma vez em sua comunicação comparativa. Para informar os 172 cavalos/potência como o principal diferencial da camionete Nissan Frontier, a agência Lew’Lara\TBWA criou o vídeo publicitário a partir da estratégia comparativa entre a força da potência da picape da marca com as picapes concorrentes, atribuindo-as a ideia de “pôneis”/potência.  Todos sabem que a imagem e associação de pônei remete a delicadeza e proximidade com o ambiente feminino. Ainda, na versão internet do vídeo, há uma brincadeira de “corrente” intitulada “Maldição do pônei”, que conta com recurso da repetição para fixação de uma musiquinha “infernal”.

    Confira abaixo a versão do vídeo para a internet.


    Ficha Técnica:
    Agência: Lew´Lara\TBWA Publicidade e Propaganda Ltda.
    Título: Pôneis Malditos
    Cliente: Nissan do Brasil Automóveis Ltda.
    Produto: Nissan Frontier
    Criação: Max Geraldo e Cesar Herszkowicz
    Direção de Criação: JAQUES LEWKOWICZ , MANIR FADEL, Mariana sá E LuCiano lincoln
    Atendimento: Alexandre Baroni,  Fabricio Takahashi
    RTV: Mayra de Lutiis, Regina Shnaider, Cristiane Leopacci
    Planejamento: Renata D’Avila e Felipe Senise
    Mídia: Luiz Ritton, Eduardo Shinohara, Suellen Kiss, Luana Gallizzi
    Produtora de Filme: Corporação Fantástica
    Direção do Filme: Marlon Klug
    Direção de Fotografia: Russo Loyola
    Direção de Arte: Tyta Zanelatto
    Produção Executiva: Herminio Jr
    Gerente de Processo: Henrique Ribeiro
    Montagem: Indústria Fantástica
    Pós Produção: Indústria Fantástica
    Finalização: Indústria Fantástica
    Produtora de som:  Satélite Áudio
    Duração: 30”
    Aprovação Cliente:  Murilo Moreno, Heloisa Silva
    Digital

    Criação: Isabel Zynes, André Barreiros
    Direção de criação: JAQUES LEWKOWICZ , MANIR FADEL e Mariana sá
    Atendimento:  Alexandre Baroni, Maureen Gonzales, Stefane Rosa
    Mídia: Adriana Molari, Sid Etter, Marilia Moreno
    Produção aplicativo: Produtora Pivot
    Aprovação Cliente:  Murilo Moreno, Heloisa Silva, Juliana Cabrini, Daniela Knofel

    Espalhe por ai:
  • Loja pirata da Apple

    E na emergente China tem até loja pirata, e da Apple. A coisa é tão bem feita que todo o ambiente, mobiliário, uniformes dos funcionários, dentre outros detalhes, são reproduzidos sem autorização nesta “filial” da Apple Store. Repare nas fotos, que o nome da loja ora é “Apple Store, ora “Apple Stoer”.

    Fonte: Revista Galileu. Fotos: BirdAbroad/daqui


    Espalhe por ai:
  • Como se portar em uma entrevista de emprego? Parte 2

    Parte 2 – Que roupa usar? Durante a entrevista, outro aspecto importante está relacionado a sua imagem pessoal.A forma como você se apresenta, envolvendo postura e adequação da indumentária(vestimentas), comunica personalidade e principia a imagem percebida que o entrevistador elaborará mentalmente. Note que, a imagem deve ser natural, ou seja, nada fútil ou teatral demais, pois se assim for, rapidamente será percebida. Entrevistadores são profissionais preparados para avaliar detalhes e perfil completo dos entrevistados e, portanto, sua imagem deve estar alinhavada com seu discurso, ou seja, tem que ter conteúdo.

    Se você tem dúvida sobre qual roupa usar, saiba que a maioria dos candidatos a uma vaga no mercado de trabalho também possuem, pelo menos uma vez, a mesma indagação. Bem, a primeira dica está relacionada ao bom senso ao se vestir, ou seja, nada que “chame a atenção” em demasia e, além disso, não custa analisar o estilo e comportamento organizacional da empresa objetivada para uma correta adequação.

    Para as mulheres:
    evite maquiagem carregada;
    nada de perfumes fortes e adocicados, prefira aromas suaves;
    decotes profundos não combinam com ambiente de trabalho;
    saias curtas são uma imprudência; mostrar os ombros, idem;
    shorts, mesmo que esteja na moda, não caem bem em uma entrevista;
    tailleurs são sempre bem vindos;
    se o perfil da empresa é mais sóbrio, prefira tons pasteis ou o tradicional branco e preto;
    sapatos fechados, de preferência. Se utilizar algo aberto, pés bem cuidados, please;
    brincos, colares e pulseiras discretas;
    celulares, desligados e guardadinhos;

    Para os homens:
    dê preferência aos sapatos a tênis;
    nada de calças rasgadas ou da moda (exemplo: saruel);
    gravatas somente com camisas de manga longa;
    nunca coloque gravata por dentro da calça. A ponta da mesma deve estar próxima a altura do cinto;
    faça a barba;
    se o ambiente da empresa é formal (mercado financeiro, cargos executivos, advocacia, etc), vá de paletó. Preto e azul marinho são sempre confiáveis;
    calça social e camisa lisa combinam mto bem; listras finas também são bem vindas;

    Imagem: Adaptado de http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/materia/bem-vestido-entrevista-497453.shtml


    Veja a parte 1

    Espalhe por ai:
  • Os sinais visuais na comunicação

    Toda comunicação estabelece uma linguagem única que proporciona a interpretação cerebral, a partir do reconhecimento da visão.  As Teoria dos Signos (Teoria Peirciana – Charles Peirce) e as percepções (Leis da Gestalt) fornecem o entendimento necessário para a compreensão das composições de forma e existência. Os sinais gráficos tornam-se “sinais de identificação” que, rapidamente memorizados, fornecem a resposta rápida para o significado do elemento em questão.

    “O signo em si ou Representâmen é algo que integra o processo de representação, passível de ser percebido, sentido. Ele é o suporte das significações que serão extraídas do signo. O Representâmen corresponde às dimensões sintáticas e materiais dos produto”. (NIEMEYER, 2007, p. 39)

    As imagens (painéis arquivos na coleção de ideias  Dorothy) abaixo são frutos do trabalho de compor quadros com elementos visuais sem os tipos (letras) das respectivas marcas. Entretanto, mesmo sem o texto, nosso cérebro, já submetido a anterior exposição visual, consegue identificar as marcas. Tente você também!



    Espalhe por ai:
  • Groupon, visto por dentro

    O Groupon é a empresa número 1 em compras coletivas no  mundo.  Com atuação em mais de 40 países, a empresa tem seu QG no antigo prédio da Montgomery, na cidade de Chicago (USA). Conheça o Groupon “por dentro”, seus ambientes e escritórios, nas imagens a seguir.



    Espalhe por ai: