• Cebolinha empreendedor

    Difundir uma cultura empreendedora é fundamental para a conscientização de todos e, principalmente dos jovens. O Brasil é um país que possui grandes oportunidades para negócios inovadores, devido sobretudo ao tamanho dos mercados potenciais (pessoas com poder de consumo) e também a recente migração de parcela da população da classe D para C. Empreender é tornar projetos que ora estampavam sonhos, como planos de negócios realizáveis e concretos do ponto de vista de retorno financeiro e vantagens para toda uma comunidade envolvida.

    Evidente que, toda forma de comunicação da atitude empreendedora, ensino e/ou veiculação de qualidade é bem vinda e, ontem, tive a grata alegria de  ler a notícia de que o empresário Maurício de Souza (Estúdio Maurício de Souza)  em uma parceria de custos com a organização Confia, acaba de lançar o exemplar ‘Turma da Mônica em semeando sonhos Empreendedorismo’.

    A publicação fomenta o tema originalmente na nossa base educacional, ou seja, nas crianças, que, se amparadas por mediadores cuidadosos, pode despertar no pequeno jovem interesse e noções iniciais sobre o tema.

    Imagem: facebook.com/mspoficial

    A publicação será lançada com tiragem de 150 mil unidades e será distribuída gratuitamente para crianças da primeira a quarta séries,em escolas públicas. Na estorinha, o personagem Cebolinha dá dicas de criatividade e economia em uma linguagem acessível às crianças.  Leia mais.

    Espalhe por ai:
  • Faça do seu negócio uma arte: lições do vendedor de algodão doce

    É possível extrair várias lições para a vida empresarial e para nossas carreiras, a partir do exemplo de habilidade do vendedor de algodão doce, demonstrada no vídeo acima.

    1. Faça do seu negócio uma arte. Infelizmente, em algum momento da história da humanidade, o homem dissociou o trabalho das artes, e isso foi um dos grande erros cometidos por nós. Trabalhar é e pode ser um Estado de Arte, e, não deve ser encarado como uma obrigação e uma “praga”, ou algo chato. Mesmo os trabalhos mais burocráticos e repetitivos podem ser construídos com prazer e com foco na satisfação de todos os envolvidos.

    2. Entusiasmo. Estar entusiasmado é acreditar no que faz. A origem da palavra remonta a ideia de “ter um Deus dentro de si”. Acontece que algumas pessoas não acreditam no trabalho que estão executando ou, o fazem mecanicamente, sem conhecer as razões e correlações com as outras atividades.

    3. Conhecimento técnico. Assim como cada profissional envolvido, as empresas precisam ser suficientemente boas naquilo que se destinam a fazer. Não há mais espaço para medianos.

    4. Tenha diferenciais. Da mesma forma que não suportamos mais a mediocridade, não toleramos a mesmice. O mesmo enjoa e perde o valor muito rápido. Por isso, as empresas precisam ser reinventadas e proferir melhorias contínuas, com algumas doses de inovações, surpreendendo positivamente os clientes.

    5. Tenha controle sobre seu negócio. Estabelecer parâmetros para mensurar os resultados do seu negócio é ação fundamental para projetar novas ações e saber se os objetivos estão sendo alcançados.

    6. Esteja comprometido com a satisfação do cliente. Em se tratando de serviços, esteja sempre comprometido com a total satisfação do cliente, muito mais do que com o lucro, em um primeiro momento. O lucro deve ser decorrente desta satisfação e vir a médio  e longo prazo. Preocupar-se com o resultado para o cliente é uma das formas de se estabelecer uma boa cadeia de valor em serviços.

    7. Inove. Faça algo novo, ou melhor do que qualquer um já tenha feito. A inovação pode vir a partir dos processos envolvidos no serviço ou no próprio serviço em si (modelo de negócio).

    8. Faça-se presente. Esteja sempre visível para seu público-alvo. Mantenha-se onipresente ou, pelo menos, esteja onde seu target está e com isso aumentará suas chances de faturamento.

    Espalhe por ai:
  • Empreendedorismo apimenta temas do OlhóSEO 2013

    O OlhóSEO 2013 Show & Conference, já definido como a “experiênica digital do ano” no mercado do Marketing Digital e Front-End, agora ganha o tempero que faltava, a pimenta, introduzida pelo tema Empreendedorismo, representado pela Endeavor Brasil – ONG que está entre as maiores fomentadores de startups na atualidade, e a Redirection empresa de desenvolvimento corporativo, voltada à gestão, finanças e reestruturação.

    O Palco Empreendedorismo, introduzido neste ano no OlhóSEO, é a mais recente inovação para estimular empreendedores, startupers e aficionados dos novos negócios digitais a buscarem avaliação de seus Planos de Negócios ou mesmo recursos junto a investidores anjo.

    Já é possível inclusive submeter à apreciação de experts um Plano de Negócio, clicando diretamente no botão disponível no alto à direita em laranja claro no site do evento – A avaliação será feita por consultores da Redirection.

    Detalhe principal, tanto a avaliação de projetos, quanto a participação no Palco Empreendedorismo são franqueadas ao público, gratuitas portanto, e acontecem na Feira do OlhóSEO 2013.

    O que é:

    Feira de negócios digitais, inovações tecnológicas, empreendedorismo e conferência de marketing digital e front-end, o OlhóSEO Show & Conference reúne os melhores e maiores players do setor nos dias 3 e 4 de maio de 2013, em Florianópolis, no Hotel Majestic – Beira Mar Norte.

    OlhóSEOjá consagrado por sua organização e altíssimo nível de palestrantes e conteúdo inovador, adota a denominação de Show & Conference, para mais uma vez ouvir as demandas do segmento que agora além de conteúdo inovador e networking, demonstra um interesse direto na conversão de negócios.

    Num espaço privilegiado e vista panorâmica para o Mar de Florianópolis – Beira Mar Norte – no Centro de Eventos do Hotel Majestic, temos uma Feira de Negócios de Tecnologia, Inovação Digital e Empreendedorismo dimensionada para um público seleto de 2.500 mil participantes.

    Paralelamente, uma Conferência Digital, já consagrada pelo público, com as FERAS nacionais e internacionais do Marketing Digital e Front-End.

    Tudo integrado e em máxima sinergia, visando permitir um contato direto e a conversão de negócios aos participantes, nesse vasto universo temático da tecnologia do Brasil e do Mercado Global.

     Garanta sua vaga!

    Para garantir sua inscrição enquanto é tempo basta acessar: www.olhoseo.com.br/inscricao, preencher seus dados cadastrais e escolher a melhor forma de pagamento.

    Faça como as GRANDES EMPRESAS, coloque sua marca no topo!

    Para ser patrocinador do OlhóSEO 2013, maior Evento de Marketing Digital e Desenvolvimento Front-End do Sul, faça contato através do site www.olhoseo.com.br/contato.
    Apoio: Guia Publicidade

    SERVIÇO

    O que: OlhóSEO 2013 (Marketing Digital, Mobile, SEO, Links Patrocinados, Desenvolvimento Front-End)

    Quando: 03 e 04 de maio de 2013

    Onde: Centro de Eventos e Conferências do Majestic Palace Hotel – Florianópolis – SC

    Espalhe por ai:
  • O que é o fluxo de caixa?

    Administrar corretamente o fluxo de caixa é uma das rotinas administrativas mais importantes no dia a dia de uma empresa. Uma boa gestão financeira só é eficaz se o empresário ou empreendedor utilizar corretamente as ferramentas apropriadas e de maneira acertada. Uma destas ferramentas é o Fluxo de Caixa.  O fluxo de caixa é um controle que auxilia e organiza a movimentação financeira de modo a prever as entradas e saídas (pagamentos) de dinheiro,  para um melhor planejamento das sobras ou faltas de caixa.  Em resumo, o fluxo de caixa é um relatório que indica as entradas e saídas de dinheiro da empresa. Para melhor executá-lo, utilize uma planilha (pode ser informatizada – ou seja, dentro do sistema da empresa – ou criada em editores de planilhas) e atualize-e diariamente, extraindo da mesma informações para as tomadas de decisões futuras, tais com a capacidade para constrair dívidas a partir da projeção de pagamentos e recebimentos.

    No link abaixo, segue uma planilha feita no programa Excel, para que você exercite e administre seu fluxo de caixa.
    fluxo_caixa_modelo_branco

    Espalhe por ai:
  • A união de empreendedorismo, negócios, marketing e cinema

    Espalhar ideias empreendedoras e criativas por meio de análises de filmes e embasadas em conceitos corporativos contemporâneos.

    Este é o principal objetivo do CINEBusiness, um site que procurar aliar negócios, cultura e empreendedorismo em artigos escritos (ou falados) por profissionais de várias áreas de atuação.

    No ar desde 2010, o CINEBusiness passa atualmente por sua maior reformulação. Com nova logomarca, layout moderno, imagens maiores e mais atraentes e com gestão profissional, o site mostra que pretende, de fato, conquistar seu espaço no universo digital e ampliar sua base de leitores.

    O projeto surgiu no final de 2009 quando Enrico Cardoso, profissional de marketing natural de Volta Redonda, pensou em transmitir às pessoas que empreendedorismo não é um dom, mas sim uma questão de iniciativa aliada a técnicas empreendedoras que poderiam ser ensinadas, aprendidas e difundidas.

    Enrico sempre acreditou que a cultura era o melhor canal para crescimento pessoal: “temos que focar na cultura como ponto de aprendizado”, afirma o jovem empreendedor. Pensando nisto, deduziu que a melhor maneira de espalhar suas ideias era por meio de um blog que usasse o cinema como meio de divulgação e ensinamento. “O cinema é um canal para que possamos ampliar a bagagem cultural das pessoas e, com isso mudar suas ideias”, acredita.

    Foi com este foco que, em janeiro de 2010, ele se juntou com Alexandre Viveiros, Marcus Vinicius Paiva e Wendell Carvalho e fundaram o CINEBusiness, cujo primeiro artigo foi uma análise sobre a ganância corporativa tendo como referência cinematográfica o megassucesso Avatar.

    A iniciativa prosperou e o CINEBusiness cresceu.

    Inicialmente com apenas quatro colaboradores, hoje o site conta com 15 profissionais das mais diversas formações e experiências. Todos têm o compromisso de postar um artigo por mês e contam com liberdade para escolher o tema a ser abordado e, claro, o filme em questão. Porém, agora, eles devem seguir o Manual do Autor, um conjunto de padrões e regras que aborda desde a forma e limite dos textos até questões de autoria e pontualidade na entrega dos artigos.

    O CINEBusiness está em busca de novos leitores.  Para isto, está orientando suas luzes para o público jovem, normalmente universitários, que adoram cinema, são ávidos consumidores de filmes, “heavy users” em internet e antenados com as novas tecnologias.

    Desta forma, os administradores do CINEBusiness se preocuparam com a posição do site na busca orgânica do Google. Técnicas de SEO foram implementadas e os artigos têm estrutura aprovada pelo W3C para melhor performance nos navegadores.

    Além disso, o CINEBusiness da agora, início a uma versão mobile do site.

    Todas estas preocupações apontam para uma maturidade do site e também de seus gestores.

    Seu fundador, Enrico Cardoso, aplica na prática tudo aquilo que prega em suas palestras e cursos de gestão de marcas, branding e marketing: ideias e atitude. “Olhando o primeiro site, que ainda está no ar, é possível ver que demos um salto gigantesco em qualidade”, orgulha-se.

    E não é para menos. O CINEBusiness mostra que está no caminho certo!

    Espalhe por ai: