• Ouro na Avenida Paulista – McDonald’s faz réplicas de moedas de ouro voarem em abrigo de ônibus

    McDonald’s e Otima fazem réplicas de moedas de ouro voarem em abrigo de ônibus de São Paulo

    Mais uma ação ousada está chamando a atenção de quem passa pela Avenida Paulista. Para divulgar o lançamento da campanha McDonald’s Monopoly Milionário, a Otima está fazendo com que réplicas de moedas de ouro voem dentro de um de seus painéis publicitários.

    Desenvolvida pela agência Taterka, o objetivo da campanha é despertar a curiosidade dos paulistanos para os prêmios oferecidos pela rede de restaurantes. A ação pode ser conferida na Av. Paulista 2026, de 28 de abril a 11 de maio. Além do projeto especial, a divulgação também conta outras 300 faces estáticas em abrigos de ônibus, localizadas em pontos estratégicos da capital.

    mcdonalds

    Espalhe por ai:
  • Mkt de Conteúdo e Mídias Sociais

    CURSO_MKT

    As redes sociais necessitam estar atualizadas, gerando interação com o seu consumidor. Uma rede que não está em funcionamento, além de transparecer desleixo, torna a comunicação ineficaz na rede.

    Quanto mais o usuário interagir com o conteúdo da marca, mais exposição ela tem e, como resultado, mais potencial terá de crescimento. Portanto, para isso acontecer é preciso ter uma frequente atualização e um conteúdo atraente para o público.

    Mostrar como criar conteúdos disruptivos e que gerem engajamento nas redes sociais é o objetivo do curso com André Telles e Marcel Bely, que será realizado nos dias 05 e 06 de junho, no curso Grandes Mestres, no Centro de Salvador. André Telles é publicitário e especialista no tema Inovação, Marketing e Empreendedorismo de Impacto. Professor de Pós-Graduações e MBA`s na área de Marketing Digital e Empreendedorismo Digital (FAE – PUC-PR e Católica-SC). Co-Fundador da agência digital Mentes Digitais. Mentor e sócio de startups de base tecnológica, como a Fleety, vencedora do desfio SENAI, Plug’n Play e Startup Brasil. Co-Fundador do iCities – Smart Cities Solutions; evento e projeto para cidades inteligentes, onde gere um Centro de Inovação no IBQP – Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade. Marcel Bely é Formado em publicidade e propaganda com pós graduação em markerting. Atuou em várias agências de comunicação, tendo se destacado na Agência Casa, como Content Manager de marcas como Royal, Sundown, Unimed e monitoramento para Ford. Teve o segundo melhor emprego do mundo pela Trident para gerar conteúdo para os canais digitais da marca viajando toda a costa brasileira. Atuou também na Prefeitura de Curitiba gerenciando o perfil oficial da cidade no Facebook.

    O curso é voltado para todos os profissionais que gerenciam perfis de empresas, agências digitais e de publicidade e estudantes de comunicação e marketing. Durante as aulas, os participantes vão aprender sobre os conceitos de Redes Sociais, como utilizar os números a favor de suas postagens, como criar um plano editorial e categorizá-lo e poderá fazer um trabalho prático em grupo desenvolvido durante o curso. Cada participante terá direito, nos dias das aulas, a tomada para o conectar o notebook ou tablet pessoal e a certificado de 10 horas. As vagas são limitadas.

    Para conhecer todo o conteúdo programático e fazer sua inscrição basta clicar no link (https://credencial.imasters.com.br/marketing-de-conteudo-em-midias-digitais)

     

    Espalhe por ai:
  • Kibon e Otima transformam abrigo de ônibus em máquina de sorvetes

    Campanha da Borghi/Lowe lança o novo Fruttare Mousse de Morango de forma inédita no Brasil

    Que tal dar uma volta pela cidade provando um saboroso sorvete? É essa experiência que a Kibon e a Otima estão proporcionando aos paulistanos. Por meio de uma ação inédita em abrigos de ônibus no Brasil, uma sampling machine foi instalada dentro do painel publicitário da Avenida Paulista, 2319.

    A campanha foi desenvolvida pela agência Borghi/Lowe para divulgar o novo Fruttare Mousse de Morango. Para experimentar a novidade, basta digitar o número do CPF no equipamento, que estará disponível no local até 23 de março, das 12h às 18h.

    “Fruttare é uma marca alegre e criativa que busca trazer ativações inusitadas dentro de suas campanhas. Essa é uma forma divertida de gerarmos experimentação e mostrarmos o diferencial do nosso produto”, afirma Katia Ambrosio, Diretora de Marketing da Kibon.

    Segundo Violeta Noya, presidente da Otima, a ação é um bom exemplo da versatilidade que a mídia em abrigos de ônibus possui. “Trata-se de um projeto bastante especial para nós. Com tecnologia e criatividade, podemos transformar nossos painéis e surpreender o público nas mais diversas situações”, diz.

    Além da ação especial, a divulgação também conta mais 50 faces de mobiliário urbano com mídia da campanha de Fruttare Mousse Morango, veiculadas em pontos estratégicos da capital.

    Kibon e Otima transformam abrigo de ônibus em máquina de sorvetes2

    Espalhe por ai:
  • Viber e Telegram discutem no Twitter e quem leva a melhor é a Samsung

    Você já imaginou se duas empresas / app’s de comunição resolvem discutir dentro de uma outra rede social? Pois foi ustamente o que ocorreu no dia 26 de fevereiro.  Após as pendengas judiciais envolvendo o bloqueio do Whatsapp no Brasil, o concorrente Viber usou o Twitter para comunicar postagem com ataque direto ao rival e também a um outro serviço, o Telegram. Claro que, tão rápido quanto pólvora, a mensagem foi compartilhada por vários usuários do Twitter e tão logo na sequência o Telegram respondeu, iniciando assim um “bate-boca” através da rede social. O mais curioso ainda foi que, ao final, uma outra empresa – Samsung – entrou na conversa e fechou o assunto com maestria. Ponto positivo para a Samsung!

    “Whatsapp pode ser bloqueado e Telegram cheio de problemas de segurança. Baixe o Viber e continue trocando msgs!”, dizia a mensagem. O Telegram rebateu. “Tenha mais cuidado ao twittar. Não é bom espalhar falsos boatos para obter usuários. Tente ter grandes recursos em vez disso. ;)”. Fonte: Adnews/ Twitter.

    Analisando o caso com um viés mais conservador e ponderado, penso que o Viber poderia ter evitado a citação direta das empresas concorrentes, sem deixar de aproveitar o ensejo para massificar seus principais pontos fortes.

    Confira abaixo a “troca de gentilezas” entre Viber e Telegram e a finalização mata leão da Samsung:

    Viber e Telegram discutem no Twitter e quem leva a melhor é a Samsung

    Viber e Telegram discutem no Twitter e quem leva a melhor é a Samsung1

    Viber e Telegram discutem no Twitter e quem leva a melhor é a Samsung2

    Espalhe por ai:
  • O Google Glass como ferramenta de marketing

    google-glass-marketing

    Google Glass no Super Bowl

    Grandes marcas investem no gadget do Google para gerar interação com o público-alvo e se aproximam de cada cliente por meio de novas experiências tecnológicas.

    Sem dúvida alguma, a ferramenta mais comentada dos últimos tempos é o Google Glass. Tido como um verdadeira inovação tecnológica por criar experiências totalmente diferentes aos usuários, o gadget, mais que uma novidade bem diferente, tem sido cada vez mais utilizado como uma boa estratégia de marketing de grandes empresas. Sim, o produto exclusivo do Google ainda está em testes, mas já há empresas se adiantando e fazendo de tudo para monetizar esta tecnologia, seja com aplicativos, estratégias de publicidade ou verdadeiras ações que visam a integração entre marca e cliente.

    O marketing a favor do Google Glass. Ou será o contrário?

    O Google Glass é a tecnologia mais recente do gigante de buscas. O projeto, mostrado ao público pela primeira vez em 2012, está previsto para ser lançado oficialmente este ano, e as recentes notícias mostram que o produto vem sendo aperfeiçoado e moldado às necessidades dos usuários. Para os ansiosos, o Google possibilita participar do programa explorador de teste, contudo é necessário pagar cerca de 2 mil reais para isso. Assim, grandes marcas viram nesta possibilidade uma boa forma de se destacar e posteriormente monetizar por meio do uso do produto.

    Como isso é feito? Bem, o marketing é criatividade, então as marcas se aproveitam do orçamento publicitário gordo e geram experiências únicas com os clientes e alguns exemplos estão abaixo:

    Virgin Atlantic

    A companhia aérea britânica Virgin Atlantic usou a tecnologia do Google Glass a seu favor e ganhou destaque por isso em toda a imprensa internacional no último mês de fevereiro. O projeto piloto da empresa permite que os clientes da empresa possam acelerar o processo de check- in. Uma equipe de funcionários equipados com o Google Glass fornecem informações sobre o voo do passageiro durante seis semanas e se a experiência com o cliente for bem-sucedida, a ideia se espalhará por outros aeroportos.

    Google Glass no Super Bowl

    O Super Bowl faz o mundo inteiro parar: são cerca de 100 milhões de telespectadores em todo o mundo e, logo, aparecer no horário de transmissão custa caro – para 30 segundos são investidos cerca de 4 milhões de dólares. Visando o verdadeiro mercado que se desenvolve neste nicho, a TV americana CBS decidiu se destacar oferecendo uma outra perspectiva dos jogos esportivos colocando o Google Glass no repórter em ação. Isto nos faz pensar em outro nicho que pode se aproveitar bastante do Google Glass para criar conteúdo alternativo e gerar receita –  a imprensa e a cobertura feita em tempo real.

    NBA

    Já que o assunto são manobras de marketing na cena esportiva, outro destaque vai para o uso do Google Glass na NBA em agosto do ano passado. Tudo organizado pelo site de notícias The Verge.

    L’ Oréal

    A marca de beleza L’ Oréal também se aproveitou do Google Glass para gerar o tal do buzz plublicitário. E até que a marca usou o gadget para algo bem interessante: auxiliar profissionais em uma espécie de educação profissional online, que também trará um aplicativo e um blog para demais esclarecimentos. A aproximação entre marca e cliente, neste caso, é feita por meio da educação.

    Percebemos com estes cases que as grandes marcas não querem, ao primeiro momento, gerar receita, mas sim visibilidade perante aos consumidores. Por mais que seja necessário investir muito para isso, as empresas estão preparadas, atualizadas e dispostas e encarar esta nova ferramenta de mercado que tem tudo para ganhar público. Assim, com aquela premissa de ‘esteja onde o seu público está’ tem marcas que já estão dando um passo a frente, se adaptando e criando as suas próprias estratégias de ‘sobrevivência’.

    Fonte: FastCom

    Imagens: NBC News, Forbes, Adweek e Blogs CIO

    Espalhe por ai: