• Vend Machine Biometric

    Que tal uma máquina (tecnologia dura) – vend machine – que analisa o consumidor através de informações (sexo, idade, altura, peso)  coletadas biometricamente e por meio de webcam e recomenda uma bebida ideal para você? Pois bem, no Japão já existe.

    Via aqui.
    Veja também: Vends Machines Coca-Cola.

    Espalhe por ai:
  • Vendemos muito caro!


    Normalmente as empresas se preocupam em atender e oferecer o melhor aos seus clientes. A busca por diferenciais que as destaquem positivamente perante os concorrentes fomenta a rotina diária por melhorias em processos, produtos e serviços.

    Para muitos empresários e empresas, a condição de oferta de preços competitivos é o referencial de qualidade que o consumidor procura. Bem, exceto para a loja de calçados espanhola “Los Guerrilleros”, localizada na cidade de Madrid. A começar pelo nome/marca um tanto exótico, a loja possui o singelo slogan “NO COMPRE AQUÍ, VENDEMOS MUY CARO”. E aí, o que achou?

    Foto: Edson Zogbi

    Espalhe por ai:
  • Após miopia, Kodak tenta consolidar sua marca novamente


    A Kodak continua correndo atrás do tempo perdido por conta de sua demora em migrar da tecnologia de fotografia analógica para digital. O objetivo agora é consolidar sua marca como uma prestadora de serviços digitais, ou seja, uma migração do foco em produtos digitais para serviços digitais. A empresa, que regrediu de tamanho e fechou algumas fábricas espalhadas pelo planeta (inclusive no Brasil), quer apagar de vez sua miopia em marketing que ocasionou um menosprezo às mudanças no ambiente de marketing.

    Quiosque Kodak disponível para lojistas no Brasil

    As estratégias atuais estão alicerçadas no serviço de quiosques de impressão e no sistema Pink que faz edição, colagem e montagem de fotos (lançamento previsto para dezembro) em “cartões”. Este serviço de colagem criativa já existe nos EUA, porém a Kodak promete uma melhor qualidade nas edições e impressões personalizadas.


    Publicidade
    Revista VendaMais Banner Amarelo 180 x 150

    Espalhe por ai:
  • Direitos do consumidor – Cláusula de arrependimento

    Você sabia que no dia 11 de setembro p.p. o Códido de Defesa do Consumidor – CDC (Lei nr. 8.078 de 11 de setembro de 1990) completou 20 anos de existência? Sim, apesar do pouco tempo de vida, o Código possui abrangência e cláusulas importantes sobre a relação entre produtor/fornecedor e consumidor (por exemplo, saiba a diferença entre propaganda enganosa e abusiva). Infelizmente, uma grande parcela da população e até mesmo empresários, desconhecem os direitos, deveres e punições legais instituídas na Lei.

    Uma das cláusulas desconhecidas pela maioria da população em geral é o art. 49, que trata do arrependimento da compra. O consumidor tem o direito de se arrepender da compra em até sete (07) dias, sem apresentar justificativa e sem custos adicionais. Note que só é possível exercer o “arrependimento” se a compra for fora do estabelecimento comercial: compra por telefone, porta a porta e  consequentemente compra por catálogo e através da internet.

    Art. 49 – O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicilio

    Parágrafo único. – Se o consumidor exercitar o direito de arrependimento previsto neste artigo, os valores eventualmente pagos, a qualquer titulo, durante o prazo de reflexão, serão de-volvidos, de imediato, monetariamente atualizados. (CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, 1990).


    Espalhe por ai:
  • A Disney World como exemplo de excelência em serviços

    Para todo administrador ou gestor, a observação contumaz é importante para a manutenção de todos os itens relacionados a um negócio. Quando se trata de uma prestação de serviços, maior cuidado deve ser demandado, pois o serviço propriamente dito depende de uma sucessão de processos e atividades anteriores. A essa sucessão de processos e atividades, atribui-se o nome de “industrialização de serviços”(LEVITT, 1969). Como os serviços têm a característica da intangibilidade, a percepção de qualidade ou satisfação pelo cliente/consumidor se dá através dos vários momentos que o mesmo é realizado, até sua finalização. E são justamente nestes momentos que a boa organização dos processos e procedimentos assegura a excelência do empreendimento como um todo. As ações de bastidores, assim como produtos e as máquinas utilizadas durante a prestação do serviço devem estar totalmente sincronizadas com o recurso humano.

    Um excelente exemplo de sincronização, industrialização dos serviços e de um bom trabalho de gestão é a Disney World.

    - Há um trem para o transporte dos visitantes, do estacionamento até a entrada;

    - Há um equilíbrio no uso de “tecnologias duras e moles” (LEVITT, 1969). ‘Tecnologia dura’ é a utilização de máquinas em substituição ao serviço prestado diretamente pelo ser humano. Na Disney há máquinas para compra dos tickets e validação dos mesmos, espalhadadas pelo complexo. Nas proximidades dos brinquedos, há máquinas que você retira um “papel” com seu número e horário exato para a utilização do mesmo, de forma pontual;

    - Na entrada, quase não há filas, pois os tickets(ingressos) são vendidos antecipadamente no próprio site da Disney, em agências de viagens ou por prévio agendamento. Mas, mesmo assim, há máquinas que fazem o serviço de bilheteria, ou , se preferir, nos guichês convencionais;

    - Não há necessidade de comprar refrigerantes em latas ou garrafas.Você compra um copo e pode enchê-lo quantas vezes quiser em máquinas de refrigerante, inclusive em outras visitas (tá bom, é bacana mas engorda!);

    - Os funcionários são um diferencial a parte. Ninguém consegue enxergá-los como funcionários, mas como parte “viva” do mundo encantado, independente da função. É um show a parte!;

    Bem, evidente que esta análise não contempla o aspecto financeiro e está focada em alguns serviços e em como a organização dos processos cria uma sequência de percepções positivas. Espero que você tenha gostado.



    Espalhe por ai:


Página 3 de 712345...Última »