• “Não sejamos rasos“ – Um convite à mudança

    Inicio o post dessa quinzena, fazendo uma provocação. Tema que já discuto há muito tempo e que já virou artigo. Não parece que tudo está mais raso? Mais superficial? A desvalorização do profissional de marketing ano-a-ano vem aumentando e minha previsão é que tende a piorar.

    Acredito que são muitos os fatos que contribuem para que isso ocorra, mas um deles é a pouca profundidade sobre os conhecimentos adquiridos e consequentemente uma medianidade de planos, ações, produtos e serviços ofertados ao mercado.

    O conhecimento raso é o que denominamos de saberes de pouca profundidade. Um constante crescimento e acesso de informações gerando certa “comoditização” de disciplinas e temas. No entorno desse cenário, verifico um incomodo sentimento de insatisfação com os profissionais da área, e trago à tona que o papel do profissional de Marketing é obter o maior conhecimento possível para que se exerça uma responsabilidade social com os produtos e serviços sob sua atuação.

    Qual é a contribuição que o profissional de marketing pode dar? Primeiro, o profissional de Marketing tem responsabilidade perante a sociedade. Ele não pode usar as ferramentas, recursos que aprendeu para promover marcas, produtos e serviços de empresas que agem imoralmente, para os fins ou para os meios. E em segundo lugar, o profissional de Marketing deve ter consciência que sua atividade impacta na sua própria vida, na sua comunidade, família, país e planeta. Ele não pode mais ser endérmico, deve sim, combater a vulgarização do conceito da atuação mercadológica e aprofundar sua contribuição para a cidadania.

    É necessário trabalho, coragem e ética da convicção para obter mais saberes. É preciso deixar de ser raso e mergulhar em águas profundas para obter conhecimento. Ao apenas arranhar um determinado tipo de conhecimento, não há sustentação para a permanência e sucesso.

    Mário Cortella, em seu livro “Qual é a tua Obra? Inquietações propositivas sobre Gestão” convida-nos a uma auto reflexão e questionamento sobre o papel de cada um nas empresas e seus impactos para o mercado.  Questionamentos como esse, ajudam a transformar o mundo para melhor.

    O sucesso do profissional de marketing não pode ser obtido a qualquer preço, portanto mãos a obra, e aprofundemos nossos saberes atuando com responsabilidade e ética. Vamos?

    Espalhe por ai:
  • Teste seus conhecimentos sobre Marketing – Quiz #2

    Olá, que tal participar do segundo Quiz do blog avemarketing?  O tema é ‘Segmentação de Mercados’.

    [poll id=”6″]

    [poll id=”7″]

    [poll id=”8″]

    [poll id=”9″]

    RESPOSTAS, NA ORDEM: Verdadeiro / Verdadeiro / Verdadeiro / Falso.

    Veja também:

    :: blog avemarketing Quiz #1

    Espalhe por ai:
  • Comunica D+

    É sabido que os jovens universitários de hoje possuem acesso a informações e conhecimentos nunca antes visto, e que são canalizadores de intensa comunicação e pulverização de redes de contatos.  Partindo dessa assertiva nasceu o projeto do ‘Comunica D+’, períodico impresso para propagação de informações sobre o mundo universitário da região de Lins/SP. O projeto é dirigido pelos alunos Larissa Calixto, Rodrigo Batista e Wagner Camargo e iniciou com tiragem de 1000 exemplares e distribuição gratuíta. O jornalista responsável é Gilson J. Herrero e ainda possui colaborações de Beno Guilherme, Hamilton Souza, Lincoln Silva, André Fassa, Leonides Justiniano, Renata Silva e Elcio Fernando.

    Valeu pessoal!

    Comunica D+




    Espalhe por ai:
  • Enquanto isso, no Google


    Quando uma empresa realmente acredita em seus valores como suporte para o objetivo maior definido na missão empresarial, todos os detalhes devem ser orientados para que a filosofia do negócio seja vivenciada praticamente durante 24 horas por dia. Inclui-se nos detalhes, o ambiente físico da empresa, ética, processos e procedimentos, relações interpessoais e cuidados com a carreira, transparência com os colaboradores e com o mercado e etc.  Evidente que, dadas as condições para o trabalho, a produtividade e o conhecimento são pilares de sustentação à organização. Veja nas imagens abaixo um pouco do ambiente de trabalho do Google.

    Obs. Quer trabalhar no Google? Acompanhe as vagas no Brasil.

    Imagens daqui.

    Espalhe por ai:
  • O que é uma patente?


    Você sabe o que é uma patente? Bem, o termo “patente” corresponde a um documento oficial emitido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) que determina a propriedade de uma pessoa sobre a criação ou invenção de algo ou modelo de utilidade e também sobre uma marca.

    As patentes se dividem em dois tipos: Privilégios de Invenção(PI), que corresponde a invenção de algo inédito(produto ou processo de produção) e o Modelo de Utilidade (MU) que diz respeito as melhorias em produtos e processos já existentes e conhecidos anteriormente. É permitida a solicitação de patente às pessoas físicas e jurídicas, desde que realizem corretamente as etapas descritas pelo INPI.

    Para o pedido de patente é exigido o preenchimento do Formulário próprio elaborado pelo INPI, Relatório Descritivo, Reivindicação, Desenhos (quando for necessário) e Resumo e recolhimento das taxas nos prazos estabelecidos (consulte os valores aqui).

    Obs. não esqueça de verificar junto a Legislação de Propriedade Industrial (LPI) se a sua invenção pode ser patenteável.

    Espalhe por ai: