• Você está monitorando sua atividade nas redes sociais?

    Toda atividade profissional nas redes sociais requer monitoramento constante de vários itens, tais como:

    • Configurações gerais da conta, página e perfil, bem como imagens de capa.
    • Palavras-chave utilizadas e correlação com o SEO de seu site e blog.
    • Qualidade, alcance e nível de engajamento do Conteúdo publicado.
    • Qualidade das fotos, imagens e artes criadas, de acordo com sua marca e identidade.
    • Análise das métricas da página na rede social. Retorno sobre o investimento em ads e impulsionamentos.
    • Resposta e atenção aos comentários, críticas e dúvidas. E aí, você tem dado devida atenção ao perfil da sua empresa, nas redes sociais?

     

    Espalhe por ai:
  • Um ano decisivo para o Facebook

    Em sua publicação do mês de março de 2018, A revista americana Wired – um dos principais periódicos mundiais sobre tecnologia – , faz uma abordagem muito interessante acerca de Mark Zuckerberg e Facebook.

    A matéria, ilustrada pela fotomontagem criada pelo artista Jake Roland a partir de uma sobreposição de 4 fotografias (sendo uma apenas a de Zuckerberg) e reproduzida nesta postagem, mostra o CEO do #facebook abatido e ensanguentado. “É uma mistura de fato com ficção’, de acordo com Roland.

    Na verdade, a publicação faz um paralelo entre o crescimento da manipulação de informações e imagens online, cada vez mais difíceis de serem percebidos. Ainda, a matéria mostra, com preocupação, como o digital tem influenciado o mundo físico, sobretudo na política.

    É certo ainda que o ano de 2018 será fundamental para o Facebook, pressionado pela redução da qualidade de conteúdos (excesso de correntes, piadas, postagens fakes e etc) e também na quantidade de #publicidade.

    Aliás, este é justamente um item para ser acompanhado. Se por um lado o Facebook pretende limitar os anúncios publicitários nos perfis, em detrimento da qualidade do seu conteúdo, por outro, impõem às empresas uma necessidade cada vez maior de investimentos para alcançar seus objetivos dentro da rede sociais e, desta forma, pode revelar um grande “tiro no pé”.

    Assim, este ano será determinante para o #futuro do Facebook e seu posicionamento enquanto empresa de #mídia.

    Por Elcio Fernando Del Prete

    Wired / Jake Roland

     

    Espalhe por ai:
  • Como obter maior alcance do target utilizando o Facebook

    Recentemente o Facebook modificou mais uma vez seu algoritmo de alcance orgânico. A partir de agora, as postagens vão privilegiar a relevância no sentido do relacionamento entre amigos, parentes e pessoas próximas.

    Desta feita, as postagens de Páginas (perfis de empresas) terão audiência ainda mais reduzida. Para quem é social media isso pode ser um desastre, mas, até que faz sentido, vejamos. O que Mark Zuckerberg pretende é o seguinte: para as empresas o #Facebook deve ser visto como uma mídia (veículo) e, como tal, para veicular conteúdo publicitário, deve ser pago.

    Assim, o algoritmo da rede social está mais aprimorado para detectar postagem com objetivo publicitário e diminuir o seu alcance, a não ser que seja impulsionado.

    Então, o que fazer?

    1. Marketing de Conteúdo.
    Privilegie relacionamento entregando conteúdo de relevância de acordo com as personas do seu cliente.

    2. Impulsione.
    Planeje junto a seus clientes, uma verba para impulsionamentos.

    3. Faça promoções de vendas.
    Use ferramentas autorizadas pelo Facebook, tais como sorteie-me, para executar promoções criativas e relevantes ao público do seu cliente.

    Por Elcio Fernando Del Prete

    Nenhum texto alternativo automático disponível.

    Espalhe por ai:
  • Ouro na Avenida Paulista – McDonald’s faz réplicas de moedas de ouro voarem em abrigo de ônibus

    McDonald’s e Otima fazem réplicas de moedas de ouro voarem em abrigo de ônibus de São Paulo

    Mais uma ação ousada está chamando a atenção de quem passa pela Avenida Paulista. Para divulgar o lançamento da campanha McDonald’s Monopoly Milionário, a Otima está fazendo com que réplicas de moedas de ouro voem dentro de um de seus painéis publicitários.

    Desenvolvida pela agência Taterka, o objetivo da campanha é despertar a curiosidade dos paulistanos para os prêmios oferecidos pela rede de restaurantes. A ação pode ser conferida na Av. Paulista 2026, de 28 de abril a 11 de maio. Além do projeto especial, a divulgação também conta outras 300 faces estáticas em abrigos de ônibus, localizadas em pontos estratégicos da capital.

    mcdonalds

    Espalhe por ai:
  • Super Bowl é um fenômeno de mídia

    Mesmo com as novas tecnologias e mudanças no comportamento do público jovem, ainda impressiona – e talvez ainda mais por esses motivos –  a penetração da transmissão do SuperBowl, da liga NFL 2014, realizada hoje. Estima-se que o custo de cada inserção publicitária de 30 segundos durante o evento chegue a valores próximos de 4 milhões de dólares. Tal investimento é proporcional ao alcance da transmissão do evento, que calcula-se er em torno de 90 milhões de pessoas simultaneamente. O fato é que a comunicação de um produto/serviço será visualizada por boa parte desses telespectadores, ao mesmo tempo. Tal contexto midiático é de fazer inveja para todas as outras mídias em conjunto, inclusive a internet.

    É por isso que grandes marcas de bens de consumo (Heinz, M&M, Sodastream, Exxon, Coca-Cola, Pepsi, RadioShack, Budweiser’s, Volkswagen, Toyota, Audi, Jaguar, Hyundai, Chevrolet, Ford, Maserati, Kia, Doritos, Bank of America) investem em comunicação e patrocínio (a Pepsi, por exemplo, esteve presente com ações de promoção de vendas durante o show do Bruno Mars, ocorrido durante o intervalo) do evento – usando principalmente de muita estratégia de storytelling e teasers – além de toda a primorosa organização, que faz da final um show a parte.

    Abaixo seguem alguns vídeos que foram veiculados hoje:

    Fonte

    Espalhe por ai: